Vídeo: A confusão entre Jogadores e técnicos de Botafogo x Flamengo

Se o clássico Botafogo x Flamengo foi tenso fora de campo, dentro não foi diferente. Ao longo dos 90 minutos houve disputas ríspidas, muita discussão e farta distribuição de cartão. No apito final, o zagueiro alvinegro Carli partiu para cima do técnico rubro-negro Jorge Jesus.

O lance ocorreu no meio do campo, quando os jogadores do Flamengo festejavam a vitória por 1 a 0. Coube a Rodrigo Caio e ao auxiliar João de Deus apaziguarem o ânimo e impedirem que Carli se aproximasse mais de Jesus. O argentino disse que foi provocado pelo português.

– Ele (Jorge Jesus) entrou falando uma coisa que acho que me faltou respeito e fui reclamar com ele – disse Carli.

Sem citar o zagueiro do Botafogo, Jesus explicou a confusão na entrevista coletiva.

– Eu falei para o jogador do Botafogo: ”Não valeu a pena bater tanto, acabaram perdendo do mesmo jeito” – lembrou o técnico português.

Antes, durante o jogo, o tempo fechou entre o treinador Alberto Valentim, do Botafogo, e Pablo Marí, zagueiro do Flamengo. O técnico atrapalhou o defensor a pegar uma bola para repor rápido e ambos se empurraram, até serem separados.

Além disso, o pai do lateral Fernando, do Botafogo, discutiu com torcedores que ofenderam seu filho. O defensor subiu a arquibancada para defendê-lo e sua mãe ficou muito nervosa.

Antes do clássico, houve confusão do lado de fora do Nilton Santos. Torcedores do Botafogo agrediram um homem à paisana e a Polícia Militar teve de dispersar o tumulto com balas de borracha e spray de pimenta.

Assista a confusão ao final da partida: